domingo, 31 de agosto de 2014

Trilha patrocinada pela grife Rota do Mar homenageia piloto de motocross falecido no ano passado

http://3.bp.blogspot.com/-EGWdzNVFeec/Uh0sqIIgYkI/AAAAAAAAAuc/_OYlYWnGkms/s1600/1276717_629460397098457_1751421591_o.jpg
Evento organizado pela família do atleta Júlio César Xavier será realizado neste domingo (30), no Agreste pernambucano
A realização de uma trilha em Santa Cruz do Capibaribe, neste domingo (31), marcará o primeiro ano de morte do piloto de motocross Júlio César Xavier. Um dos principais competidores do esporte no Brasil, o pernambucano faleceu em agosto de 2013, vítima de um acidente longe das pistas de corrida.
A homenagem está sendo capitaneada por Felipe Galdino Xavier, um dos 12 filhos do atleta, conhecido por apelidos como Casco de Navio, Anjo Voador e Diabo Louro devido às manobras radicais que desenvolvia na sua moto. Maior patrocinadora da carreira do piloto nos últimos anos, a grife Rota do Mar apoiou a organização do evento de várias formas, inclusive financeiramente.
A largada será às 10h, no estacionamento do Rota do Mar Complex, onde funciona a maior loja da grife, que trabalha com roupas nos estilos casual, surf e street wear e esportes de aventura. A partir de lá, o itinerário inclui um trecho na área urbana até chegar e cruzar as principais serras da região, como Coruja, Padre, Cúcaro e Paulo Afonso. Em seguida, o grupo fará uma parada para almoço no Sítio Manda Saia, na zona rural do Brejo da Madre de Deus, de onde retornará para o ponto de partida.
“Meu pai era uma referência para o motocross e muito querido pelos praticantes profissionais e amadores do esporte. Sua morte foi uma fatalidade que encerrou prematuramente a sua carreira. Ele pretendia correr muito além dos 50 anos de idade.  A trilha deste domingo, que leva seu nome, seguirá um roteiro que meu pai costumava fazer, com uns 80 quilômetros de extensão. Esperamos reunir uns mil participantes na iniciativa, que pretende ser anual, de forma a preservar a memória do ídolo de tantas pessoas”, detalhou Galdino.
Quem quiser se engajar ainda mais no evento pode comprar um kit que dá direito a participar de um café da manhã antes da largada, ao almoço no Brejo da Madre de Deus e a uma camisa réplica fiel da que era usada pelo inesquecível atleta do motocross pernambucano. Para saber onde adquirir o pacote ou mais informações sobre a 1ª Trilha Júlio César Xavier in memoriam, o telefone de contato de Felipe Galdino Xavier é (81) 9400.2006.
Memória - Júlio César Xavier faleceu no dia 27 de agosto de 2013 numa área da zona rural de Brejo da Madre de Deus, município no Agreste pernambucano. Na manhã fatídica, ele operava um equipamento tipo retroescavadeira que capotou ao perder a estabilidade durante o reboque de uma caminhonete atolada numa estrada de barro. Preso nas ferragens, o desportista não resistiu e morreu no local. Ele tinha 44 anos de idade.
No início deste ano, a Rota do Mar colocou em exposição permanente a ‘máquina’ usada pelo atleta nas competições desde 2010. A ideia de partiu de Arnaldo Xavier, diretor-presidente da Rota do Mar.
“É um reconhecimento à importância de Júlio Cesar para o motocross nacional e, principalmente, o nordestino. Ela demonstra nosso respeito e admiração ao piloto que muito colaborou para a popularização do esporte na região e encheu de orgulho e alegrias todos os moradores de Santa Cruz do Capibaribe, sua terra natal. A bem-sucedida trajetória dele merece ser lembrada pelos fãs do esporte e mesmo por aqueles que não têm muita intimidade com o universo do motocross”, enfatizou.
Conquistas - Em cerca de duas décadas atuando como piloto profissional, Casco de Navio conseguiu diversos títulos expressivos. Entre eles, o disputadíssimo segundo lugar no Campeonato Brasileiro de Motocross 2011, na categoria MX4. No mesmo ano, conquistou o primeiro lugar no Pernambucano nas classes MX1, MX2 e MX3. Em suas principais divisões, o torneio foi vencido pelo atleta mais de 20 vezes. Ele ainda ganhou estaduais da Bahia, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário